Side Area Logo
aaa
Newsletter Pop-up

    Seguir:
    Title Image

    2000 & Vintage

    Home / A cidade / #fragaBH Museu a céu aberto

    Conheça o Cura! Festival de arte urbana

    Circuito Urbano de Arte realiza intervenções na região do hipocentro de Belo Horizonte transformando BH em um dos maiores mirantes de arte do mundo!

    A 5ª edição do Cura – Circuito de Arte Urbana aconteceu entre os dias 22 de setembro e 04 de outubro em Belo Horizonte. Desta vez, foram pintadas 04 empenas no hipercentro da cidade, que também receberá outras intervenções artísticas. Por conta da pandemia, o restante da programação aconteceu exclusivamente online. Atrasadinha que estamos chegamos só agora para contar pra vocês. Vale conhecer a maravilha que o hipocentro de BH está virando.

    Neste ano, o festival convidou duas artistas para compor a comissão curadora: Arissana Pataxó, de Coroa Vermelha – Cabrália, e Domitila dePaulo, de BH. Elas, juntamente com as criadoras do festival – Janaína Macruz, Juliana Flores e Priscila Amoni – são os nomes por trás de tudo. O festival defendeu a resistência através da arte e cuidado com as pessoas, afetos e natureza e decidiu por uma curadoria que se aprofundou em um Brasil que não é somente urbano, trazendo artistas de diversas regiões e por isso com perspectivas estéticas diversas no seu lineup de obras públicas e também na Galeria CURA. É urgente ouvir as vozes que apontam outros caminhos.

    Na Rua

    Diego Mouro (São Bernardo do Campo/ SP) – o selecionado da convocatória promovida pelo festival – Lídia Viber (Belo Horizonte/MG), Robinho Santana (Diadema/SP) e Daiara Tukano (São Paulo/SP) são os artistas responsáveis pelas artes nas empenas dos edifícios Almeida, Cartacho, Itamaraty e Levy respectivamente. Todas visíveis da rua Sapucaí, bairro Floresta, consolidando o Mirante CURA na rua Sapucaí com 14 murais gigantes.

    Bandeiras produzidas pelos artistas Denilson Baniwa (Bercelos/AM), Randolpho Lamonier (Contagem/MG), Célia Xakriabá (São João das Missões/MG), Ventura Profana (Salvador/BA) e Cólera e Alegria (diversos/Brasil) foram instaladas no antigo prédio da Faculdade de Engenharia da UFMG. A obra também será vista do Mirante CURA.

    Já os arcos do icônico Viaduto Santa Tereza recebeu uma escultura inflável de Jaider Esbell (Normandia/RR).

    Online – www.youtube.com/CURACircuitoUrbanodeArte

    Toda a programação virtual do Cura 2020 é gratuita e acessível. Uma programação diversa, que discute a atualidade e traz nomes em destaque no cenário nacional, entre eles Preta Rara, rapper e arte-educadora, importante nome do feminismo negro brasileiro e Ailton Krenak, uma das maiores lideranças do movimento indígena brasileiro

    www.facebook.com/curafestival

    www.instagram.com/cura.art

    Pré-visualizar em nova aba(abrir em uma nova aba)

    Sobre o Cura

    O Circuito Urbano de Artes completa sua quinta edição e, com esta, foram 18 obras de arte em fachadas e empenas, sendo 14 na região do hipercentro da capital mineira e quatro na região da Lagoinha, formando, assim, a maior coleção de arte mural em grande escala já feita por um único festival brasileiro.

    O CURA também presenteou BH com o primeiro, e até então único, Mirante de Arte Urbana do mundo. Todas as pinturas realizadas no hipercentro podem ser contempladas da Rua Sapucaí.

    PATROCÍNIO MASTER

    Cemig (Lei Federal) | Beck’s (Lei Estadual) | Uber (Lei Federal)

    Realização

    Pública Agência de Arte

    Patrocínio

    Instituto Unimed (Lei Municipal)

    Apoio

    Patrus (Lei Federal)

    Casa & Tinta

    Suvinil

    P7 Criativo

    Nenhum comentário

    Leave a Comment

    Abrir conversa
    1
    Podemos te ajudar?
    Olá 👋
    Podemos te ajudar?